Cuidado com fraudes em intimações de protesto

Alertas são emitidos a todo instante na mídia sobre estelionatários que aplicam golpe de protesto fraudando as intimações de cartórios. Este problema ocorre com frequência em todo Brasil, inclusive na região do Vale do Itajaí.

Fique atento as orientações abaixo para não ser mais uma vítima:

  • Confira sempre o nome do tabelião em sites oficiais como Tribunal de Justiça (www.tjsc.jus.br) ou Conselho Nacional de Justiça (www.cnj.jus.br). Aqui no 1º Tabelionato de Itajaí, atualmente o nome da tabeliã é Gilmara Vanderlinde Medeiros d’Ávila e pode ser conferido nesses sites oficiais.
  • Verifique se o telefone que consta na intimação é realmente oficial do tabelionato. Este também poderá ser conferido nos sites oficiais.
  • NÃO telefonamos cobrando valores de títulos.
  • NÃO fazemos intimações por e-mail.
  • NÃO aceitamos pagamento de título por depósito bancário. Pagamentos apenas pessoalmente, no próprio Tabelionato, ou com o nosso boleto, que nossos funcionários entregam pessoalmente.
  • Se ainda restarem dúvidas, dirija-se pessoalmente ao tabelionato.

Confira também as seguintes notícias já publicadas, alertando a população deste golpe:

http://ocnnoticias.blogspot.com.br/2012_07_01_archive.html

http://jcrs.uol.com.br/site/noticia.php?codn=4424

http://clickcatarina.com/%E2%80%8B%E2%80%8Balerta-golpe-do-protesto-esta-sendo-aplicado-em-sc-saiba-como-se-proteger/

Só é DONO quem Registra!

Embora a escritura pública de bens imóveis garanta à pessoa que está adquirindo os direitos sobre o bem que era do vendedor, apenas após o registro da escritura no Registro de Imóveis, no qual o imóvel está registrado, a propriedade é transferida definitivamente. Será considerado proprietário do imóvel aquele que está na matrícula junto ao Registro de Imóveis.

Assista o vídeo explicativo publicado pelo Registro de Imóveis de Biguaçu/SC

Horário especial Natal 2017

COMUNICADO

EXPEDIENTE FINAL DE ANO 

NÃO HAVERÁ EXPEDIENTE nesta Serventia nos dias 25 e 29 de dezembro 2017, bem como, nos dias 1º de janeiro e 02 de janeiro de 2018, conforme Resolução GP 01/85 e decisão do Juiz Corregedor Luiz Henrique Bonatelli, no pedido de providências n. 0001275-91.2017.8.24.0600.

Cordialmente,

GILMARA V. M. D`ÁVILA

Tabeliã

Apostilamento de documentos para uso no exterior – Convenção de Haia – Novo serviço que passamos a oferecer

O que é a Convenção da Haia?

A Convenção da Haia de 05 de outubro de 1961, sobre a Eliminação da Exigência da Legalização de Documentos Públicos Estrangeiros (também conhecida como Convenção da Apostila) é um Tratado Internacional que visa simplificar o processo de autenticação de documentos a serem usados no exterior. Foi promulgada no Brasil pelo Decreto 8.666/2016. A partir de sua entrada em vigor, em 16 de agosto de 2016, ao invés de percorrer toda uma cadeia de legalização, os cidadãos dos países signatários devem recorrer a um único procedimento, que consiste na emissão da Apostila. Para saber mais sobre a Convenção da Haia, acesse: https://www.hcch.net/pt/instruments/conventions/specialised-sections/apostille.

O que é a Apostila?

A Apostila é um certificado de autenticidade emitido por países signatários da Convenção da Haia, que é colocado em um documento público para atestar sua origem (assinatura, cargo de agente público, selo ou carimbo de instituição). Esse documento público apostilado será apresentado em outro país, também signatário da Convenção da Haia, uma vez que a Apostila só é válida entre países signatários. Para conhecer a aparência da Apostila, acesse:http://www.cnj.jus.br/files/conteudo/arquivo/2016/08/5c1fe8783a7b56ef30a0d3cfa696d536.pdf
Vide Modelo de apostilamento: modelo-de-apostilamento

Informações relativas ao valor e prazo para conclusão do serviço: Apostilamento de Documentos – Convenção de Haia

Encontro de uniformização de procedimentos – 14/05/16

Neste último sábado, 14/05/16, ocorreu no Resort Infinity Blue, em Balneário Camboriú, o Encontro de uniformização de procedimentos, promovido pela ANOREG/SC. Estaravam presentes profissionais de todas as especialidades de Cartórios. Os debates resultaram na emissão e votação de enunciados, objetivando uniformizar os procedimentos de cada especialidade, buscando harmonia e uma melhor prestação dos serviços aos usuários.

A Tabeliã do 1º Tabelionato, Gilmara V. M. D`Ávila, esteve presente, participando como mediadora, tanto dos Enunciados de Notas como nos de Protestos.

Imagem de Jaison James.

Mediação e Conciliação em Cartório

Iniciou hoje, em Florianópolis, e se estende até domingo, o curso de Mediação e Conciliação extrajudicial, promovido pelo CNB/SC, com palestrantes conveniados ao CNJ. O 1. Tabelionato de Itajaí está presente no curso, capacitando colaboradores a desempenharem a função, mais um importante serviço a ser oferecido à população de Itajaí, visando a pacificação social. A mediação pode ser aplicada em muitas esferas de conflito: condominiais, escolares, patrimoniais, envolvendo direitos não só disponíveis como também indisponíveis etc.